quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

PARTIDA


"Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida, eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente, eu sei que vou te amar..."
(Vinícius de Morais)


Ela está presente em mim, em cada canto e pedaço do meu ser. Ela participa de meus pensamentos e minhas atitudes. É meu referencial de personalidade e conduta.

Ela está na cama vazia, na arrumação da mesa do jantar, na cadeira encostada na parede... Ela está no elogio aos vestidos rodados, na farofa de manteiga, e no olhar vazio de lembranças. Ela está na sua única maneira de dizer "não" fazendo muchocho, ou na maneira de chamar de "chata" a quem a alimentava. Está na forma séria e razinza, ou na forma brincalhona e expansiva. Até quando tentava parecer simpática.


Ela está na porta do quarto me chamando pra acordar, ou no abraço que me dava para apoiar-se. Está nas suas histórias do passado, e nas lembranças que teimam em machucar. Está no nunca dizer "eu te amo", mas no último momento perguntar "você gosta de mim?". Está no silêncio da casa e da minha vida. Ela está em cada pedacinho, meio escondida, meio calada, esperando algo que nunca saberei o que seja.


Ela está na lágrima caída, ou no carinho orgulhosamente discreto. Está na melancolia de sentir-se só, mesmo quando estava ao seu lado. Está na mão enrugada e na testa gelada, nos remédios e roupas doados. Poucas coisas, pouca vontade de resistir. Ela está na última união de seus filhos, desejo de uma vida inteira.


Ela está ali, onde ainda dói.


"...Eu sei que vou chorar
A cada ausência tua, eu vou chorar..."
(Vinicius de Morais)









Obrigada por tudo o que você me fez, minha avó querida. Cada dia que acordar sem a tua presença será mais um dia que seguirei acreditando que nosso encontro virá. Que Deus te abençoe...

10 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Lindo texto!

Beijocas

jo ra tone disse...

Amiga,
É bom recordar, homenagear os que já partiram, os que fizeram parte dos nossos alegres dias.
Dá-nos força para continuar, mas não caiamos em desânimo.
Força
Beijo

Ela disse...

Acredito, que com as pessoas que merecem o nosso amor, o sentimento e bem este.
Estarão sempre ali, bem pertinho , dentro das mais ternas lembranças.

Pêsames.

Desejo força nesta hora

Giovani Iemini disse...

tb perdi minha avó recentemente.

e triste, mas é a sequência da vida.
[]s

O Árabe disse...

Belo canto, de uma profunda saudade. Meus sentimentos, amiga.

Nathália disse...

Olá, peço que, se possível, divulgue o site do poeta Ulisses Tavares (www.ulissestavares.com.br) em seu blog.
Mandando um email para nós você concorre a um livro por semana do escritor!
Desde já agradeço a gentileza.

Abraços!

Daniel Aladiah disse...

Uma palavra e um mimo... pela tua avó.
Um beijo
Daniel

Ela disse...

Espero de coração que tu estejas bem!

Éverton Vidal disse...

Que beleza de texto. Sua vó sem dúvida alguma leu, sentiu e adorou.

Lindo, lindo mesmo.

O Árabe disse...

Hoje, apenas para dizer que espero que estejas melhor, amiga. Há amigos que não esquecem, lembra-te disto.