sábado, 25 de abril de 2009

AMARRAS


Que vazio é este que habita em teu ser? Como você, senhor da compreensão, não consegue ir ao seu fundo?

Pedir socorro não é mais do que um gesto nobre. Gritar ao mundo coisas que o mundo fez em você é redirecionar a responsabilidade que pesa em tuas costas. Você sabe que, no final, será menos doloroso. Então, faça sua parte. Creia em si, busque respostas.

Aponte os culpados. Desespere-se. Rasgue do teu peito essa dor que te consome, que te faz imergir. É o tempo de mudanças, e elas precisam acontecer em nós, primeiro.

Ouça apenas tua razão. Ela será útil na decisão de caminhar. E não prive-se do seu exterior. Ele pode conter mais de você do que você mesmo.






Ao seu redor, estarás em liberdade...

22 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Hoje tem uma dor tão grande dentro de mim que não sinto vontade de dividir com ninguém, será um dia que ficarei quietinha, esperando passar...

Beijocas

O Sibarita disse...

Pois é moça! Assino em baixo o seu magnífico texto!

As mudanças começam em nós mesmos para que possamos entender o que se passa ao redor...

bjs
O Sibarita

Sr do Vale disse...

Não sei se este texto tem destino personalizado, nem ao menos sei se trata-se de auto ajuda.
Mas o que me parece é que você está em um momento de pura reflexão existencialista, que dá até pra notar na música que toca no blog, onde os violinos mergulham na alma, para arrancá-la em fragmentos de dor e paixão socrateana.

jo ra tone disse...

Quem gostará estar em tal situação.
A não ser por um grande bem!
Beijo
Bom Domingo

Sandra S. disse...

A verdadeira mudança inicia-se dentro de nós.Texto repleto de puras verdades :)

Gostei do blog, escreves muito bem :)

Cacau disse...

Se fechar em vc mesmo, às vezes pode ser uma proteção, mas poderá se tornar uma prisão.

Beijo

Sandra S. disse...

Acredito que as pessoas que lêm aquilo que escrevo, me conhecem muito melhor eu a mim mesma.
Fico feliz que as minhas palavras te agradem. E ainda mais feliz pela tua presença :)


beijinhos

Bandys disse...

"Se nós não mudarmos nada muda"
Beijos

Daniel Aladiah disse...

Querida AB
Interessante alento para quem se desdobra em labirintos interiores.
Um beijo
Daniel

Alda do Crítica... disse...

Sempre uma boa dose de razão ajuda a dirigir melhor a vida, e quando somos sentimentais e bobas no amor como eu sou, as vezes fica difícil usar a razão, mas sempre que o sentimentalismo é vencido por ela eu me torno uma pessoa melhor....isto é, até amar de novo.
Deixo um beijo e parabens pelo lindo blog.
Alda

Sr do Vale disse...

Oi Auréola, como é bom depois de passar horas e horas desenhando, saber que alguém, em algum lugar se encanta.

abraços.

Afiando o Salto Alto disse...

Em primeiro lugar, obrigada pela visita no Afiando! Viemos retribuir e gostamos bastante daqui!

***

Nova afiada no salto!Leia: O Alien Sugador de Útero by Bonequinha de Luxo

Ass: Amelie, Bonequinha e Sidney

Mary West disse...

O ruim é que certas coisas não adiantam ficar escondidas. Uma hora, vazam.

Chama Violeta disse...

Olá maninha de luz!!
Que texto magnífico!!! Hoje, só estou lendo palavras que estão me tocando tão fundo, que tenho vontade de chorar!!!
Obrigada pela partilha!
Fica na luz, beijos violeta e ótimo final de semana!!!

Gustavo disse...

seja bem vinda de volta

Niseloka disse...

mudar é sair de uma estagnação, que só com muita força de vontade se consegue.

rouxinol de Bernardim disse...

É assim mesmo! A introspecção mais bem elaborada...

Daniel Costa disse...

Auréloa Branca

Nem férias, nem despedida. Por questão técnica de passoard, tive de abrir novo blogue. Tem o mesmo linck. Deixo morada eletrónica, se bem que clicando em Daniel Costa resulta. daniel milagre é apenas dedicado à poesia que escrevo.

http://www.blogger.com/profile/18365468956488759820

Daniel

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belo post...Espectacular....
Beijos

Fernando Amaral disse...

Putz... mas as vezes é tão difícil...

vevefeo disse...

a mudança tem que ser dentro de cada um, da melhor maneira que lhe convém.
adorei visitar novamente seu blog
está ótimo.
beijos.
veve.

EuEle disse...

Mudar o que não se pode, o que pode, não quer. Ter que mudar. Mudar você, o mundo para você, adaptar-se ao mundo, ou a ele (a). Por quê? Ele (a) não muda, nem por ele (a), muito menos por mim.
Decido mudar, e seguir com ou sem ele (a).
Mudo por mim.
Beijos minha cara
Paulo