terça-feira, 9 de junho de 2009

QUERO TUDO DE TUDO.

Gire em torno de você.
Faça de mim o teu faro.
Busque sentidos vivos de tudo o que te fiz.

Semeie as minhas atitudes como (sobre)vivência.

A vida pode ser uma estrela cadente. Dite a nossa felicidade hoje, e amanhã sentirás menos culpa. Não é porque flutuamos que não conseguiremos manter os pés no chão, depende apenas de um dia perfeito.


Faça com que cheguemos perto, e mais perto, e mais perto de dentro de nós. A textura de uma pétala também compõe a sua beleza, entao por que não tocar?


Arrisque-se a sentir.
A intensidade é a única coisa que marcará nossos atos.

12 comentários:

Vieira Calado disse...

Quanto mais intenso... melhor!

Beijinhos daqui.

heretico disse...

intenso e vibrante. excelente.

gostei muito

Carla disse...

intensos sentires...lindo!
aproveito para anunciar o lançamento do meu livro "In-Finitos Sentires"
beijo

poetaeusou . . . disse...

*
quero tudo do tudo,
intensamente, sobretudo,
,
intensas conchinhas,
deixo,
,
*

Sr do Vale disse...

Porque a distância me impede.

Dr. Fácil disse...

Concordo com você. E acho que fazer parte da felicidade é mesmo o esperado em nossas vidas. E é surpreendentemente possível. Assim, a força que nos pertence pode revelar sua beleza imortal... Parabéns pelo seu blog e todo sucesso pra você!

Dr. Fácil disse...

"Voltei" especialmente para agradecer as tuas palavras. De uma forma 'despretensiosa' mas muito bonita, você foi super precisa. Esse sentimento é recíproco. Muito obrigado. Beijos!

O Profeta disse...

Não há longe, teu mundo a ilha
Tens andar gingão mesmo à maneira
O verde é manto que te afaga os pés
O mar é o teu azul por cabeceira

Passos ao encontro
Alma cheia de cor e ilusão
Braços abertos à aventura
O mundo na palma da mão


Boa semana



Mágico beijo

Rui Figueiredo Vieira disse...

Uma alma pode nascer do nada só pela vontade de sentir e fazer sentir, nem que seja em murmúrio..

O Árabe disse...

A intensidade é o que nos marca... sempre! :) Bom fim de semana.

O Profeta disse...

Chegou ao fundo de mim
A melodia da chuva miúda
Lavou-me a alma, a saudade
Nasceu uma planta gerada do nada

Nasceu!
Nascem a todo o instante
Os sentires vindos da alma
Tatuados a cada semblante


Boa semana



Doce beijo

Sr do Vale disse...

Quero vê-la
Quero retê-la
Quero o sal do seu suor
Quero a cor entrelaçando seus cabelos
Quero a profundidade de seu olhar

Quero a sensação
A relação
E saber que a razão está bêbada, sorrindo a toa.
Quero a ardência em cores quentes
E um lugar escuro por perto
Para que a timidez tenha seu lugar de refúgio.

Quero que saiba quem sou
Sem ao menos me ver.